Resenha #93: Tentação ao pôr do sol

Título: Tentação ao pôr do sol
AutoraLisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 265

Poppy Hathaway está em Londres para sua terceira temporada de eventos sociais. Como nos dois anos anteriores, ela se hospedou com a família no hotel Rutledge. E, como nos dois anos anteriores, tudo indica que retornará a Hampshire sem ter encontrado um pretendente com quem se casar.
Apesar de ser extremamente bonita e gentil, Poppy tem duas grandes desvantagens em relação às outras moças: sua inteligência deixa muitos homens acuados e o fato de vir de uma família tão pouco convencional faz com que os melhores partidos nem sequer a abordem.
Mas o destino a coloca no caminho de Harry Rutledge, um homem de passado triste, que venceu na vida por conta própria e aprendeu a encarar tudo como um negócio. O dono do hotel não ama ninguém, confia em poucos e manipula todos. Porém, mesmo sendo tudo o que Poppy nunca almejou, ela não pode negar o fascínio que sente por ele.
Quando Harry conhece Poppy, é tomado pelo desejo. Ele imediatamente tem a certeza de que a jovem será sua e, para o bem ou para o mal, não mede esforços para que isso aconteça.
Mas fascínio e desejo não serão suficientes para construir sua história, sobretudo quando uma traição põe em jogo as bases do relacionamento. Agora, é entre quatro paredes que eles tentarão resolver problemas e anular diferenças, num romance sensual em que seu futuro juntos pode mudar a cada toque, cada encontro, cada descoberta.

Olá pessoal tudo bom com vocês? Participei recentemente de um debate sobre Tentação ao pôr do sol, terceiro livro da série dos Hathaways e simplesmente tinha que vir conversar com vocês sobre esse livro, que é muito amor! De antemão aviso que minhas opiniões podem se misturar um pouco com a das meninas que também fizeram a leitura deste volume e bem, já adianto a vocês que todas nós amamos a leitura, então bora falar um pouquinho sobre ela!


 Neste livro teremos a história de Poppy Hathaway, que se encontra em Londes, no hotel Rutledge, em sua terceira temporada de eventos sociais, à procura de um marido. Ela é uma moça bonita, com bons modos, mas, afasta todos seus pretendentes com sua inteligência e sua família. Acuar os homens com mais sabedoria que eles, tendo de quebra uma família nada convencional não é a tática perfeita para arrumar maridos.

De uma forma inusitada, Poppy conhece Harry, o dono do hotel em que está hospedada. O mesmo se encanta instantaneamente por ela e por tudo que os outros homens da sociedade a repelem, o que seria ótimo se nossa mocinha já não tivesse se encantado por outro cavalheiro, que acreditava ser o amor de sua vida.

Poppy. Como agira de forma natural, falando de astrolábios e monges franciscanos enquanto examinava seus tesouros. Suas palavras eram jorros brilhantes, como confete no ar. Ela irradiava um tipo de astúcia animada que devia ser irritante, mas, em vez disso, causara nele um prazer inesperado. Havia algo nela, alguma coisa... Era o que os franceses chamavam esprit, uma vivacidade de mente e espírito. E aquele rosto... inocente, cheio de conhecimento e franqueza. Ele a desejava.

Claro que isso não é empecilho para Harry Rutledge, um homem que carrega alguns segredos em seu passado, e que está acostumado a conseguir sempre tudo o que quer.

- O Sr.Rutledge é... inquietante. Encantador, sim, mas tive a sensação de que ele é capaz de praticamente qualquer coisa. É como um anjo mau de um poema de William Blake.

É através de um de seus planos que ele consegue se aproximar de Poppy, mas, tal traição põe em risco toda e qualquer chance de surgir algo entre eles. Seria possível a mocinha se apaixonar pelo antagonista de sua história? Seriam eles capazes de superar os efeitos da maneira errada que se uniram? Claro que eles não poderiam deixar de contar com os cupidos mais inusitados possíveis, nos rendendo uma bela e divertida história de amor.



Sabe quando você protela a leitura de um livro até não poder mais e descobre depois que já se encontrava em sua estante uma história apaixonante?! Pois bem, foi o que aconteceu comigo!

Comprei esse livro a mais de um ano e, por não ter os outros, acabava sempre adiando a leitura e com isso o tempo ia passando... Até que o grupo de romances de época que participo decidiu fazer um debate sobre esse livro.  Li o segundo e, já encantada com Poppy, já mergulhei no exemplar seguinte... e que leitura foi!

Poppy é uma menina meiga, bonita, com bons modos, mas, de inteligência ímpar, com uma família nada tradicional e que se atrapalhava um pouco quando estava nervosa, sendo que os três últimos itens de sua lista de “atributos” não eram muito bem aceitos pela sociedade. Ela busca em um marido apenas amor, segurança e uma vida tranquila, mas, até o momento não o conseguiu.

Poppy queria muito ser amada, ser a metade de um par. E havia esperado por isso muito tempo: ainda era solteira, enquanto amigas de sua idade já haviam se casado e tinham dois ou três filhos. Parecia ser o destino dos Hathaways encontrar o amor mais tarde na vida. 

Harry, por outro lado, é um homem recluso, que não conheceu carinho e amor em sua infância, então se utiliza de suas posses para se satisfazer. Não é a toa que ele nunca pensa ter dinheiro demais, mal sabendo ele que o que falta em sua vida é amor e afeto. Quando ele encontra Poppy, ele a deseja, mesmo se achando incapaz de amar e de receber amor. Tem horas que me dava vontade de guardá-lo num potinho, principalmente quando seu passado é revelado.

Tudo poderia correr muito mais fácil se ela já não acreditasse estar apaixonada. É  aí que Harry se torna antagonista do romance de Poppy  e, pela primeira vez em minha vida, li um livro onde o antagonista é quem está com a mocinha. Vai me dizer que vocês já leram algum outro livro de romance de época com essa premissa?!

_ Jamais esquecerei que me afastou do homem que eu amava e se colocou no lugar dele. Não sei se serei capaz de perdoá-lo por isso. A única coisa que tenho certeza absoluta é que jamais vou amar você. Ainda quer se casar comigo?
_ Sim - respondeu Harry sem hesitação - Nunca quis ser amado. E Deus sabe que ninguém jamais me amou.

Pois eu não! E fiquei encantada em ver algo tão diferente assim! O romance dos dois me deixou com o coração apertado, torcendo para que encontrassem um no outro o que tanto precisavam!
E que romance!! Lisa Kleypas o escreveu de uma forma tão terna e apaixonante que é impossível não devorar esse livro!


Tudo te encanta sabe?! A forma como o romance vai sendo construído, a forma como os personagens vão se reconstruindo e se apaixonando... eu fiquei encantada!!

Outro ponto mais que positivo foram os personagens secundários! A família Hathaway está presente, com suas intromissões amorosas e confusões, mas, ainda contamos com a equipe do hotel de Harry, que torcem para que o patrão distante e frio encontre o amor. Já viu isso em algum lugar? Pois é, exatamente, no meu conto de fadas favorito: a bela e a fera! É impossível ler os planos deles para ajudar o patrão a se apaixonar e não se lembra desse conto de fadas tão lindo!

Bem, o que você ainda espera para ler esse livro incrível? Tem mocinha que se envolve com o antagonista que passa a ser mocinho, tem drama familiar, tem trapalhadas, tem cupidos inusitados, tem esqueletos no armário, tem redenção, amor, cumplicidade... tem todos os elementos que um bom romance de época tem que ter, então, se joga na leitura!!

É isso por hoje pessoal! Espero que tenham gostado da resenha. Não deixem de comentar, ok? Beijos e até o próximo post!


12 comentários:

  1. Olá.
    Não sou muito fã de livros que a protagonista de apaixona pelo antagonista rsrs pq geralmente eles são uma overdose de falta de amor próprio.
    Mas pelo que você falou, esse livro parece ser diferente, assim que tiver um tempo vou tentar ler ele. Quero ver se a forma que eles se apaixonam é convincente rsrsrs
    Amei a resenha, beijinhos!

    ResponderExcluir
  2. Waaaa, curti muito o enredo do livro! Não sou fã de romances de época, mas realmente achei legal que a mocinha esteja interessada em outro cavalheiro... E, por fim, seu par romântico é o "antagonista" de sua tão sonhada história de amor. Hahaha. Genial. Parece ser um ótimo livro, por isso vou anotar a dica.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  3. Li apenas um livro da autora, mas de outra série, e fiquei bem encantada com a narrativa e o bom humor do enredo. esta série aqui, eu já queria só por causa das capas, que são lindas, inclusive, suas fotos agregaram ainda mais valor para a arte gráfica dos livros. Amei suas considerações.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Eu tenho muita curiosidade de ler Os Hathaway pois parece ser uma série bem bacana, porque de capa ela já é um arraso. Acho que não tinha visto resenha desse livro, também não vi do último da seriw tmbm não. Achei a premissa super bacana, parece ser realmente bem altwntico dos convencionais romances do gênero. Espero ter a chance de comprar toda a série de uma vez, pois ela sempre estão baratinhos. Até mais vê
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Estou louca para ler os livros dessa série e fiquei encantada com a Poppy. Adorei saber que ela é inteligente e afasta os mocinhos. Outro ponto que me agradou foi a protagonista se apaixonar pelo antagonista. Também achei Harry interessante, pelo fato de ser recluso.
    Sua resenha triplicou minha vontade de ler o livro.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Há tempos quero ler essa série. Lembro que esse foi o livro que li uma resenha e me fez querer lê-la. Muito curiosa para saber o passado do Harry, ele já virou crush antes mesmo de ler. E a Poppy parece ser aquela protagonista que torcemos todo o tempo para acabe tudo bem com ela.
    Amei os quotes e a resenha, é claro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    Essa família é simplesmente incrível, né? Eu adorei conhecer o Harry, e adorei mais ainda ver ele e Poppy se apaixonando um pelo outro ♥ aaah, essas autoras de romances históricos ainda vão acabar comigo! Nem sei dizer qual é o meu livro favorito da série, de tanto que gosto de todos eles. É mesmo muito apaixonante.
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Essa é uma série que morro de vontade de ler, e já vi que vou ser obrigada a comprar todos os exemplares de uma só vez hahaahah eu gostei disso de o antagonista virar o mocinho, realmente é bem diferente desses romances que nós lemos. Adorei sua resenha, realmente deu para ver o quanto você gostou do livro.
    Beijos.
    https://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Eu sempre vejo resenhas dos livros dessa séria e da autora, mas como não sou muito fã de romance de época, eu passo a dica. Acho esse tipo de gênero muito água com açúcar, me entende? Normalmente gosto de livros mais pesados, rsrs.
    Mas que bom que curtiu a leitura.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu gosto bastante de romances de época, mas nunca li nada da Lisa.
    Adorei saber que esse terceiro livro é diferente do que a gente vê por aí, isso da mocinha e do antagonista é bem legal!
    Os personagens me parecem bem construídos e a premissa envolvente.
    Tô curiosa sobre o passado de Harry e sobre como será desenvolvida a relação dos dois.
    Adorei a resenha e espero ler os livros dessa série em breve!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá. Acho livro de romance de época lindos, mas ele me desperta uma certa preguiça de lê-los. O que me deixa meio assim de ler ele é a escrita e a forma que os personagem falam, formal demais. Mas pelas citações que você colocou na resenha esse livro não apresenta isso. Adoro quando os personagens secundários tem ponto positivo na história. Beijos'

    ResponderExcluir
  12. Oi Pollyanna!

    Eu amo a Lisa Kleypas e essa série é uma das minhas favoritas! Como não tem cigano como protagonista eu achei bem diferente e amei o casal. Harry é mandão, mas é um homem tão apaixonada que é difícil não torcer pra eles, né?

    Enfim, amei a resenha!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir