Resenha #97: As cores da vida

Título: As cores da vida
AutoraKristin Hannah
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 352

Uma arrebatadora história sobre irmãs, rivalidade, perdão e, em última análise, o que significa ser uma família. As irmãs Winona, Aurora e Vivi Ann perderam a mãe cedo e foram criadas por um pai frio e distante. Por isso, o amor que elas conhecem vem do laço que criaram entre si. Embora tenham personalidades bastante diferentes, na verdade são inseparáveis. Winona, a mais velha e porto seguro das irmãs, nunca se sentiu em casa no rancho da família e sabe que não tem as qualidades que o pai valoriza. Mas, sendo a melhor advogada da cidade, ela está determinada a lhe provar seu valor. Aurora, a irmã do meio, é a pacificadora. Ela acalma as tensões familiares e se desdobra pela felicidade de todos – ainda que esconda os próprios problemas. E Vivi Ann é a estrela entre as três. Linda e sonhadora, tem o coração grande e indomável e é adorada por todos. Parece que em sua vida tudo dá certo. Até que um forasteiro chega à cidade... Então tudo muda. De uma hora para a outra, a lealdade que as irmãs sempre deram por certa é posta à prova. E quando segredos dolorosos são revelados e um crime abala a cidade, elas se veem em lados opostos da mesma verdade.

Olá pessoal, tudo bom com vocês? Hoje venho falar um pouquinho sobre um livro de uma de minhas autoras favoritas, Kristin Hannah.

Quem acompanha o blog sabe que sou apaixonada pela escrita dessa autora. Eu sempre fico louca quando fico sabendo que a mesma está lançando um novo livro aqui no Brasil e com este não foi diferente. O que destoou, na verdade, foi o encantamento que os livros da mesma me causam, mas, vou explicar isso melhor.


O livro nos conta a história das irmãs Gray – Winona, Aurora e Vivi Ann – que perderam a mãe cedo e foram criadas por um pai frio, distante, que não sabe demonstrar emoções. Na verdade, a única que parece se dar bem com o mesmo é Vivi Ann, que é considerada por sua irmã  Winona, a  garota perfeita, que sempre se da bem,

É esse sentimento de inveja que começa ruir a união das irmãs. Quando Luke, a paixonite de Winona, aparece na cidade e se apaixona por sua irmã, é como se acionasse um gatilho na mulher, que passa a ser grosseira com a irmã e a persegui-la, sempre movida por inveja.

A primeira parte do livro – que é dividido em duas partes – nos apresenta esse enredo, mostrando primeiro a união das irmãs, depois a inveja e rivalidade que vão crescendo no coração de Winona, enquanto Vivi Ann começa a conquistar seus objetivos e Aurora tenta apaziguar o clima entre as duas.

Uma série de fatores acontece entre elas e um crime que abala a cidade faz com que Winona e Vivi Ann se afastem de vez, restando entre elas um sentimento de rancor, traição e abandono.

A partir daí surge a segunda parte do livro, da qual seria spoiler falar.

Após tudo o que aconteceu entre a família, é possível existir o perdão? Seria possível recuperar aquela união e lealdade depois de todos os acontecimentos do passado?



É com o coração apertado que digo que este livro dessa autora maravilhosa não funcionou para mim.
Vi várias pessoas se emocionando, dizendo que o livro as tocou em diversos pontos, e para mim, infelizmente não funcionou.

Não sei se foi a falta de empatia com os personagens ou se li a obra no momento errado, o que sei é que para mim essa obra foi  a mais morna da autora, sendo, a trama mais fraca lançada aqui no Brasil.
Por exemplo, a personagem Winona. Ela é claramente uma pessoa insegura e complexada e, ao invés de tentar mudar e tomar atitudes, culpa Vivi Ann por tudo o que acontece de errado em sua vida, sempre exaltando a sorte e as qualidades da irmã de forma sarcástica.

Vivi Ann, por outro lado, é uma mulher bonita, forte, que herdou de seus pais o amor pelos cavalos e rodeios, sendo campeã de diversas provas. Ela sempre está tentando se reaproximar de sua irmã, até o momento que surge ressentimento entre elas.

Quanto à Aurora, ela para mim, uma personagem que foi criada para intermediar a relação entre as irmãs. Sentia ao decorrer da trama que ela fora criada somente para isso e parece que a história da mesma ficou meio aberta, meio insatisfatória para mim.

Quanto ao Pai das três, ele começou de uma forma no livro e não evoluiu em nada até o desfecho da história e isso me incomodou muito, pois, por ter lido “O jardim de inverno”, sei que Kristin Hannah tinha capacidade de desenvolver um personagem muito mais intenso e profundo.

O enredo, para mim, até a página 167 não fluía, fazendo com que a leitura ficasse arrastada. Após o crime, a história começa a tomar forma, mas, é nos dez últimos capítulos que a história realmente se torna boa e faz sentido, mas, levou um livro inteiro para isso.

Bem pessoal, como eu disse acima, o livro para mim é morno e só faz sentido no final , mas, muitas pessoas amaram o livro, então, fica a sugestão, lembrando que cada livro funciona de uma forma para cada leitor, então, leiam e tirem suas próprias conclusões. Só deixo minhas ressalvas para que comecem a leitura sem altas expectativas, como eu comecei.

É por hoje é isso! Espero que tenham gostado da resenha de hoje e que não deixem de comentar. Beijos e até o próximo post!


30 comentários:

  1. Olá
    Eu já conheço a escrita da autora e não tenho dúvida de que essa deve ser uma ótima leitura. Ainda assim, é uma pena que para você o livro se tornou um tanto arrastado. Com certeza espero poder ler para tirar minhas próprias conclusões..
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bom? Leia sim ^^ É como eu disse, não funcionou para mim, mas, pode funcionar para você =D

      Excluir
  2. o mais legal é que é um livro para ser vivido, sentido e que fica com a gente mesmo depois da leitura!
    mais uma vez Kristin arrasou e lacrou, é por histórias assim que ela se tornou uma das minhas autoras favoritas
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Realmente, eu estou achando o livro bem 8ou80, pois eu já vi várias resenhas super elogiando e outras nem tanto. Confesso que não estou com muita vontade de ler esse livro no momento, mas quem sabe um pouco pra frente né? Pois como você disse, o livro foi morno para você mas pode ser bem melhor para os leitores. Até mais vê
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. A Kristin Hannah é fantastica! Ela tem um jeito singular de falar de relações familiares sem deixar o tema ser muito pesado, mas também sem ser banal, uma pena que não funcionou para você, mas tenta outra vez em um outro momento, pois como você mesmo disse pode não ter sido o seu momento. beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bom? Vou tentar reler o livro mais para frente e ver se acaba mudando minha opinião, mas, infelizmente acho que a ressalva maior foi em relação aos personagens, então =/

      Excluir
  5. Eu li esse livro e adorei a leitura, discordo em boa parte da sua opinião mas isso que é interessante, a diversidade e o respeito pela opinião do próximo. Ao meu ver, Winona é uma personagem real, conheci apena suma pessoa como ela e essa pessoa era exatamente assim em relação à sua irmã, sempre com inveja e a culpando por tudo. Autora eu senti falta de saber mais sobre ela, não que tenha ficado vago, mas eu acho que ela merece um livro apenas dela, mostrando o que acontecia em sua casa enquanto as intrigas desse livro se desenrolavam, tipo um livro com o POV diferente mas se aprofundando muito mais apenas nessa personagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bom? Sim sim, essa é a melhor parte da leitura! O que não é bom para mim, pode ser para você, assim, sempre vai ter alguém que vai se identificar com determinado livro. Eu conheço pessoas com inveja de irmãos, mas, achei a da Winona extrema demais, chegando a soar forçada sabe? O que eu senti era que ela passou o livro em função de sentir pena de si mesma e de culpar a irmã. A vida de Aurora passou por vários momentos, chegando a um divórcio e a autora só falou em poucas linhas que ela tinha sido traída e tals e isso me incomodou muito. Achei que merecia pelo menos alguns capítulos. Quanto ao pai, não vi evolução no mesmo, e isso acabou me incomodando muito =/ Enfim! Fico muito feliz que o livro tenha funcionado para você ^^"

      Beijos!

      Excluir
  6. Oi Pollyanna!

    Não li o livro, mas minha amiga e colaboradora do blog, a Marise, leu e se emocionou. Acho que ela faz parte do grupo que gostou do livro rsrsrs Eu tenho curiosidade, mas se a leitura não flui tanto assim posso deixar pra depois rsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Só li um livro da autora, mas foi o suficiente para eu querer ler tudo o que ela vier a escrever. este livro entrou na minha lista de desejos por causa da autora, mas esta capa também me seduziu e só pela capa, eu leria também!!!
    Amei a resenha.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá amore,
    De cara já amei seu blog (corujas ohnn). Simplesmente amei a capa do livro, muito linda... por ela já leria.
    Com sua resenha a vontade de ler aumentou um cadinho mais.
    Parabéns pela resenha e pelas belíssimas fotos!
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  9. Nunca li nada da autora, então eu não leria com altas expectativas, até porque a premissa nem me interessou muito.
    Mas que pena que não funcionou pra você que gosta tanto dos livros da autora, mas é como você disse, o livro pode funcionar pra outra pessoa.
    Ótima resenha!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Eu li esse livro e simplesmente devorei a leitura. Eu gostei bastante da história, principalmente do drama familiar. Não esperava me emocionar tanto com essa história. Sou suspeita em falar, pois adoro a autora.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Que pena que esse livro não funcionou para você, mas consigo entender as fragilidades, são coisas que, normalmente, não aceito em uma história. Não acho legal uma pessoa culpar a outra pelo seu fracasso sem sentar fazer nada para melhorar. Outro ponto que você levantou e não me agradou foi o Pai não ter evoluído nada desde o começo da trama.
    Vou deixar essa dica anotada, mas já não vou começar a ler os livros da autora por essa obra.
    Beijão,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Se me permite uma sugestão, comece por Amigas Para sempre ou por O rouxinol, que, para mim, são histórias fantásticas da autora! Beijos

      Excluir
  12. Oi, tudo bem? Nossa realmente é muito chato quando amamos um escritor é vamos ler um livro com altas expectativas e elaa caem por terra durante a leitura. O enredo não chama a minha atenção e junto com suas ressalvas fiquei menos interessada ainda na leitura. Fica para a próxima dica.
    Bj

    ResponderExcluir
  13. Olá...
    É uma pena você não ter curtido tanto assim a leitura, ultimamente ando lendo muuitas resenhas positivas a respeito dessa obra, mas, ao ler sua resenha totalmente sincera não sei se leria essa obra.
    Parabéns pela sinceridade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi! Assim como você, acredito que essa história não funcionaria para mim... A história não me chamou a atenção e lendo não surgiu a vontade de conhecer mais profundamente. Então apesar de possuir um tema profundo e que poderia ate ser interessante, acabou não me conquistando. Vou passar a dica por enquanto!
    Beijos
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  15. Kristin Hannah também é uma das minhas autoras preferidas, e estou louca por esse livro desde o lançamento, mas infelizmente ainda não tive oportunidade de ler. Pena que o enredo demorou a fluir pra você e acabou achando o livro morno, pra mim não tem nada pior que uma história morna. Só me resta torcer para ter uma impressão diferente sobre a obra, mas desde já vou tratar de reduzir minhas expectativas.

    ResponderExcluir
  16. Oi oi querida,
    É tão bom quando nós terminamos a leitura de uma autora que gostamos tanto, não é!?

    A sua resenha como sempre, é extremamente esclarecedora e faz os leitores olharem para o livro com outro olhar. Se é, que, é possível com essa autora tão maravilhosa.

    Eu já li outros livros da Kistrin, e também gosto da escrita e do jeito que ela envolve o leitor. Mas...ainda não tive a oportunidade de ler este livro. Espero gostar desta obra da autora, e espero gostar da trama que envolve as irmãs.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  17. Olá,

    Li somente uma obra da autora e também me apaixonei pela escrita dela, sempre há um toque especial na história e olha que eu não gosto muito de dramas familiares, mas os da Kristin em especial, sabem me conquistar. Gostei muito da premissa deste livro, não sabia que envolvia também três irmãs e que começa a surgir essas complicações no decorrer do livro. Quero muito adquirir o meu exemplar e espero fazer isso em breve.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  18. Oi Pollyanna, eu já havia lido uma resenha sobre esse livro, e fiquei bem intrigada com a histórias das três irmãs. Ler sua resenha só aumentou minha curiosidade. Certeza que ele estará nas minhas próximas leituras! Abraços

    ResponderExcluir
  19. Oi Pollyanna!
    Eu sempre ouço as pessoas falando muito bem dos livros da Kristin Hannah. Inclusive tenho o "Jardim de Inverno" aqui em casa mas ainda não li. Sempre que penso em ler ele algo me afasta da leitura novamente, rsrs.
    Recentemente li uma resenha desse livro dela e diferente de você a blogueira amou o livro. Mas gosto de ler resenhas positivas e negativas do mesmo livro pois ai posso saber se irei gostar da leitura e não vou cheia de expectativas.
    Esse me pareceu até mais interessante que o "Jardim de Inverno" e talvez você não tenha gostado tanto desse por ir com muita expectativa por gostar tanto da escrita da autora.
    Gostei da resenha sincera. Parabéns!!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/10/a-traicao-do-sapato-novo-conto-1-dos.html

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem?
    Eu ainda nao li nada da autora, mas quero muito, tanto que tenho alguns livros aqui. Bom, li vários comentários positivos sobre esse livro e acho a premissa interrssante, toda essa coisa de união e depois rivalidade das irmãs. E é uma pena que a leitura não tem funcionado contigo, eu espero que se um dia eu ler consiga sentir empatia pelas personagens.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  21. Poxa, que pena que ele não funcionou logo com você que gosta tanto da autora. É muito chato quando um livro de um autor que a gente gosta muito não nos satisfaz, mas acontece.
    Acredito que eu iria gostar, pois essa rivalidade parece interessante e li outras nuances do relacionamento das irmãs em outras resenhas... Vamos ver!

    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Olá =)
    Acabei de ler uma outra resenha deste livro, com visão diferente do livro, amando ele.Eu gosto de ver opinião diferente de um mesmo livro, mas as veze isso me deixa meia confusa se leio o não. Mas ele livro não despertou muito meu interesse. Gosto de saber que as três irmãs tem personalidade diferentes e são unidas, mas tem que passar por teste da vida. Porém não gosto de leitura arrastada que nos conquista apenas no final. Adorei a resenha. Beijos'

    ResponderExcluir
  23. Oi querida,
    Bom, a cada página você se sente envolvida com a personagem criada pela autora. Eu fiquei louca para saber o que acontecia no capítulo seguinte e qual era o grande mistério que envolvia as irmãs. As personagens femininas são colocadas como sexo frágil nos livros, e com esse livro nós vemos que a não é bem assim.
    Adorei a resenha, e estou lendo o livro agora e fiquei com medo da sua opinião dar alguns Spoilers.

    Beijos, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  24. Olá, sempre ouço maravilhosa sobre a Kirstin Hannah e conheço várias pessoas que a tem como autora favorita assim como você, mas as criticas que venho recbendo desse livro não são das melhores, então achei que se um dia resolver algo da autora, com certeza não irei começar por esse

    ResponderExcluir
  25. Olá Pollyana,
    Uma pena a leitura não ter funcionado para você, mas os gostos e as percepções são assim mesmo, e eu amo ler opiniões divergentes sobre a mesma obra. Confesso que a personagem de Winona chama a minha atenção, justamente por esse comportamento dela. O aí da não li esse livro, mas pretendo fazer isso mais a frente para conhecer melhor essa personagem. A trama de forma geral, parece boa, só espero não levar tanto tempo para que a leitura flua. Como dificilmente crio altas expectativas por qualquer leitura, acho que começarei da forma certa.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  26. Oi
    Gostei da sua resenha sincera. Confesso que preciso concordar um pouco com você, mesmo amando demais essa autora. Acho que as muitas histórias dentro de uma só e a imaturidade de Winona foi o que mais me incomodou.
    Mesmo assim não posso classificar a história como ruim.
    Muito bom ler suas impressões.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir