Resenha #109: Ligeiramente Pecaminosos

Título: Ligeiramente pecaminosos 
AutorMary Balogh
Editora: Arqueiro
Nº de Páginas: 271


Em meio à Batalha de Waterloo, lorde Alleyne Bedwyn é ferido e dado como morto pela família. Ao acordar, ele se vê no quarto de um bordel sem lembrar quem é ou como foi parar ali. Sua única certeza é que deseja conquistar o coração do anjo que cuida dele todo dia.
Contudo, assim como ele, Rachel York não é quem parece. Depois de enfrentar uma situação difícil, que a levou a viver numa casa de pecados, agora a bela e inteligente jovem precisa recuperar seu dinheiro e as economias das amigas prostitutas, roubados por um falso clérigo. E o belo soldado de quem vem cuidando parece perfeito para se passar por seu marido e ajudá-la em seus planos.
Porém, apesar de ter perdido a memória, Alleyne não perdeu nada de sua sedução. De volta a Londres, os dois se envolvem em um escândalo pecaminoso e, a cada beijo, esquecem que seu relacionamento é apenas uma farsa e ficam mais perto de se entregar à paixão.
Neste quinto livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh apresenta um romance repleto de humor, com personagens carismáticos que o leitor não conseguirá abandonar ao fim da história.

Olá pessoal, tudo bom com vocês? Hoje venho falar um pouquinho com vocês sobre o quinto livro da série “Os Bedwyns”, da autora Mary Balogh: Ligeiramente Pecaminosos. Quem leu a resenha do livro anterior sabe que eu estava louca por essa continuação e já adianto que foi uma leitura muito envolvente. Vem conferir minhas impressões de leitura.

SE VOCÊ NÃO GOSTA DE SPOILERS E NÃO LEU LIGEIRAMENTE SEDUZIDOS, PULE PARA SEGUNDA FOTO!
No livro anterior – Ligeiramente Seduzidos – onde acompanhamos a história da caçula Morgan, vimos Alleyne Bedwyn ser ferido e dado como morto na batalha de Waterloo (o que sabíamos que não era verdade, já que teríamos um livro só dele rs). Mesmo sabendo que o mesmo não havia morrido de fato, ficamos com o coração apertado, sem saber ao certo o que aconteceu com o personagem, que por acaso é um dos meus favoritos da família Bedwyn.

Em Ligeiramente Pecaminosos, ao contrário dos demais livros, temos um enredo paralelo com o do livro anterior, onde começamos a história no momento em que Alleyne desaparece e acompanhamos o que acontece em seguida.

A partir daqui não temos spoilers!!

Neste livro conhecemos Rachel, uma mulher que foi passada para trás com suas amigas cortesãs, Bridget, Flossie, Geraldine e Phyllis, por um homem de quem estava noiva. O homem leva o dinheiro de todas as mulheres, dinheiro este que suas amigas estavam guardando para se aposentar.

A única maneira de Rachel poder compensar as mulheres é vendendo as joias que lhe foram deixadas de herança, o que só poderá fazer em cinco anos ou se fizer um casamento aprovado pelo tio, o que está fora de cogitação devido a desilusão amorosa pela qual passou.

Desesperadas, as mulheres resolvem saquear o corpo dos mortos nos campos de batalha atrás de objetos valiosos. É nessa circunstância que Rachel avista um homem nu, ferido, mas, que ainda respirava.

Rachel se desespera e pede por ajuda, gritando que o homem ferido é seu marido. Homens ajudam a levar o desconhecido até o bordel, onde passa a ser cuidado pelas quatro mulheres.

Quando o mesmo acorda, eles descobrem que este não se lembra de nada de sua vida anterior, apesar de saberem que se trata de um nobre, por sua maneira de se portar e por seu “nariz aristocrático” rs.

Com o desenrolar da trama, o homem misterioso aceita ajudar Rachel a recuperar sua herança, fingindo ser seu marido para enganar seu tio. O que ambos não esperavam é que a farsa só aguçava os sentimentos entre os dois, nos rendendo um romance envolvente, divertido e apaixonante.

Obs: Não vou falar o nome do mocinho aqui nas considerações para evitar spoilers. Continuaremos com “O homem misterioso” rs.
Como disse acima, trata-se de um romance muito envolvente, com uma pegada de humor, que conquista o leitor a cada página, sendo impossível larga-lo antes do fim. Ver a situação em que os personagens se metem e a forma como o plano deles se desenrola (seja ele de roubar os mortos ou tentar dar o golpe no tio de Rachel), é fantástico.

Um ponto do qual gostei muito nesse livro foi a construção e o desenvolvimento da história das personagens secundárias Bridget, Flossie, Geraldine e Phyllis. Neste livro o estereótipo de cortesãs criados em romances de época – onde, na maioria das vezes, são vilãs – é quebrado. Aqui temos mulheres bondosas e extremamente gentis que, em uma época onde mulheres não tinham direitos ou oportunidades, acabam entrando naquela vida por necessidade. Apesar disso, elas conservam tudo de bom que trazem consigo e elas são, para mim, um ponto alto deste livro.

Outro ponto que chamou minha atenção foi a primeira vez ruim dos personagens. Geralmente, romances trazem apenas experiências maravilhosas e foi muito interessante ver a abordagem de Mary mostrando que nem sempre a primeira vez de um casal é um conto de fadas, por mais química que estes tenham.

Quanto aos personagens principais, eles são “só amor”. Rachel é uma mulher doce, com um coração enorme e extremamente forte, apesar de não ter consciência disso. Ela é destemida, decidida e tem um pensamento a frente das convenções sociais. Sua construção me agradou muito, se tornando um outro ponto alto do livro.

Quanto ao “homem misterioso”, este é galanteador, correto, inteligente e muito charmoso. Ele é um personagem que amadurece e evolui muito após sua experiência com a guerra, se tornando um personagem ainda mais completo e envolvente.

O casal tem química e “solta faíscas”. É aquele tipo de casal que nos faz torcer para que tudo termine bem entre eles e que realmente são vistos como par perfeito.

A única coisa que senti falta foi de mais aparições do Bedwyns, mas, dado as circunstâncias em que a história foi desenvolvida, não tinha como ser diferente.

Agora me resta esperar pelo livro pelo qual tenho mais curiosidade: o de Wulfric!

Enfim! Se você quer um romance de época que vai te fazer rir, suspirar, se apaixonar e te emocionar, eis aqui seu livro. As cenas finais desse livro são simplesmente encantadoras!

Espero que tenham gostado da resenha. Não deixem de comentar! Beijos e até o próximo post!





23 comentários:

  1. Oie! Tudo bem moça? Bah ainda não cheguei na leitura desse livro, empaquei no segundo por falta de dinheiro ainda não comprei esse kkk, mas de todas as resenhas que já li acho que já sei o livro de cor antes mesmo de ler, mas de qualquer forma estou ansiosa para realizar a leitura dele, quero conhecer mais sobre os irmãos e suas histórias! *--*
    Bjss

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Ahh, eu sou apaixonada por romances de época e essa autora sabe mesmo como conquistar <3 Eu adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro, que para mim é muito bem desenvolvido e eu adorei todas as características apresentadas. Como já deu para perceber, eu também já fiz essa leitura e particularmente adorei a narrativa e os elementos inseridos. Foi uma boa surpresa e recomendo bastante a leitura, é muito envolvente carismático né?!. Suas impressões refletem bem as minhas próprias e que bom que curtiu a leitura!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Nunca li nada da autora e com certeza não foi por falta de indicações e elogios. Apesar de adorar romances, li pouquíssimos históricos e acho que quero entrar de cabeça neste gênero por esta serie. Acho que vou adorar, do primeiro volume ao ultimo!!! Espero poder fazer isso em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    Infelizmente não leio muitos romances histórias, por isso não inicie a leitura dessa série, embora tenha vontade de fazer isso, já que só leio resenhas positivas. Gostei de saber que o casal tem uma ótima química, acho que isso é bem motivador. Espero que você goste do próximo volume também e vou ver se consigo iniciar essa leitura em breve.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Adoro romances de época e quando os personagens de tem bom humor, as coisas ficam ainda melhores. Nunca li um romance de época que tivesse uma primeira vez ruim, bom, quando a mocinha já era viúva e não gostava do marido não conta, né? rsrs... Sempre com o mocinho as coisas eram a mil maravilhas.
    Solicitei os dois primeiros livros dessa série e estava com esperança de curti, e sua resenha só me fez ter certeza que fiz uma ótima escolha para ler. Fiquei ainda mais curiosa.
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi, quando li o primeiro livro dessa série, desanimei e acabei desistindo mas a sua resenha me deixou muito interessada, adoro Romances de Época e principalmente com mocinhas espertas
    Acho que vou pular alguns e ler esse. Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá, Polly

    Eu tenho esse livro, ganhei em um evento literário, mas quero ler na ordem. Gostei dessa coisa de soltar faíscas! Hahahab
    Bem legam mesmo a autora ter escrito uma primeira vez ruim, às vezes acho chato o tanto de primeira vez maravilhosa, onde a mulher explode de excitação... não é por aí que a banda toca! Hahahahaha
    Com certeza lerei!

    Beijocas

    ResponderExcluir
  8. Ola lindona já li esse livro e amei a delicadeza da autora em sua escrita,esse ligeiramente é perfeito acredito que em todas histórias, sutilmente elanos envolve com personagens fortes e ao mesmo tempo dóceis. Amei a capa e já entrou para a lista de meus queridinhos,os personagens secundários foram um grande destaque a parte.beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  9. oOie, que bacana que você esperava tanto por esse livro e que acabou gostando dele. Achei bem bacana o fato de ter humor e romance na história, essa é sempre uma junção bacana, e gostei da presença dessas cortesãs. tomara que o próximo livro seja satisfatório.

    ResponderExcluir
  10. Olá!!
    Esse não é muito o tipo de livro que me interessa, mas o enredo pareceu interessante, mesmo sem eu conhecer os livros anteriores.
    Achei super legal a abordagem da primeira vez dos personagens, que diferente de muitos livros, não foi perfeita.
    Os autores às vezes acham que queremos que tudo seja perfeito nos romances, e não percebem que muitas vezes não nos identificamos com isso, pois queremos situações mais reais.
    Parabéns pela resenha!
    Um beijooo.

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  11. Essa série ta na minha lista de desejados, quero tanto que já li inúmeras resenhas querendo sempre saber um pouquinho mais! <3 Ler a sua só aumentou minha vontade de adquirir os livros logo!!!

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Morro de vontade de ler essa série, já que amo romances de época, principalmente quando tem uma ambientação histórica. Gostei de saber que os personagens secundários são bem desenvolvidos, e que a autora aborde esse tema de cortesãs, bem difícil para esse estilo de livro. Adorei a sua resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Eu já tinha lido uma resenha da série, mas ainda não tive a oportunidade de fazer a leitura. Parece um enredo interessante, incluindo a quebra de estereótipos. Legal vc avisar do spoiler, no caso eu ainda não estou acompanhando a série e acabei lendo pra ver se me interesso, mas para os que já estão no primeiro livro é ruim saber o que vai acontecer. Ótima resenha.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  14. Eu simplesmente amei esta capa, esta lindissima. O enredo me aprece ser bem leve e divertido de se ler. A relação entre os personagens fica bem clara e fluída, que acho que deixa o livro mais atrativo. Se não tivesse com tantas leituras, eu leria ele logo.

    ResponderExcluir
  15. Oi, Pollyanna!
    Eu amo tanto essa família, sou muito da escrita da Mary por ser bem madura, e que envolve o leitor. Os diálogos são sempre inteligentes, o que me faz amar ainda mais a leitura.
    Alleyne é um dos meus personagens favoritos devido ao sendo de humor, mas nesse livro as amigas de Rachel foram impagáveis! Haha
    Parabéns pela resenha!

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Eu ACHO que já li o primeiro da série, mas é tanto romance histórico que eu leio que me perco entre eles hahaha basta alguns elogios para eu ir que nem doida atrás dele e este, é claro, não vai ser uma exceção ;) vou logo descobrir se li o primeiro para acompanhar a série <3 ótima resenha!
    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  17. Olá! Ainda não li nada de Mary Balogh, mas vejo que ela tem livros interessantes. Bom saber que esse livro tem um enredo paralelo com o livro anterior... Sempre é assim, quando finge que são noivos depois realmente se apaixona um por outro. O interessante é o que acontece nesse tempo, que bom que nesse livro tem um romance envolvente e divertido. Adorei conhecer o livro, anotei a dica, tomara que eu me encante com o livro também. Beijos'

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Gostei bastante da premissa deste livro, porém ele já é o 5 de uma série, e não li nenhum ainda.
    Mas irei pegar essa dica. Melhor ainda quando o casal tem Química.

    ResponderExcluir
  19. Eu não sou uma dessas completamente viciadas e fnáticas em romances de época, mas tenho gostado muito daquilo que tenho visto principalmente nos ultimos anos. Essa série e essa autora, sobretudo é algo que tenho curiosidade de ler por ser uma autora que tem sido bem falada ultimamente. Beijos

    ResponderExcluir
  20. Oie
    mais uma vez resenha de romance de época, eu ainda não li nada do gênero. Eu quero tentar algum qualquer dia e este esta na lista que talvez eu arrisque

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Gosto muito de romances de época, mas ainda não conheço a escrita dessa autora e pretendo fazer isso em breve. Já tive ótimas indicações sobre seus livros e espero gostar de cada volume.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  22. Oie
    Sou suspeita para falar desse livro, amei a história é o rumo que a autora deu para os personagens.
    Eu fiquei fascinada com as cortesãs, pois foram retratadas de uma maneira que nunca vi antes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Ai Polly, assim você me mata. Fiquei com uma vontade enorme de ler o primeiro livro. Mesmo porque eu não conheço muito dessa questão de corte, cortesã. São raros os livros que trazem premissas assim, em uma época tão linda. Em que as moças eram cortejadas e havia respeito entre os homens. Hoje... a história é outra, infelizmente.

    ResponderExcluir