Resenha #128: A lista de Brett

Título: A lista de Brett
AutoraLori Nelson Spielman
Editora: Verus
Nº de Páginas: 352

Brett Bohlinger parece ter tudo na vida — um ótimo emprego como executiva de publicidade, um namorado lindo e um loft moderno e espaçoso. Até que sua adorada mãe morre e deixa no testamento uma ordem: para receber sua parte na gorda herança, Brett precisa completar a lista de sonhos que escreveu quando era uma ingênua adolescente.
Deprimida e de luto, Brett não consegue entender a decisão de sua mãe — seus desejos adolescentes não têm nada a ver com suas ambições de agora, aos trinta e quatro anos. Alguns itens da lista exigiriam que ela reinventasse sua vida inteira. Outros parecem mesmo impossíveis.
Com relutância, Brett embarca numa jornada emocionante em busca de seus sonhos de adolescência. E vai descobrir que, às vezes, os melhores presentes da vida se encontram nos lugares mais inesperados.

Já fazia algum tempo que eu estava namorando esse livro. Até que um belo dia me deu louca e eu comprei 6 livros na Saraiva (está faltando chegar 1 ainda...Saraiva...manda logo...) e  A lista de Brett entre eles.

Eu tento não ter expectativas em relação ao livro que irei iniciar, mas como eu já havia lido e visto vídeos de outros booktubers, ficou meio difícil, mas vou dizer...é tudo isso que eu ouvi mesmo, vou contar um tico!

Mas onde fica exatamente a linha divisória entre coragem e arrogância, entre o desejar o que é certo e esperar mais do que merecemos?

Brett Bohlinger, 34 anos, perde a mãe para o câncer. Foi muito rápido o período transcorrido entre o diagnóstico a morte.

Sua mãe fez patrimônio considerável a partir de uma empresa de cosméticos e, ao se encontrar com o advogado Brad Midar, junto com seus irmãos Jay e Joad e cunhadas Shelley e Catherine, ela tem a surpresa de não ser nomeada presidente da empresa da mãe como também não iria receber nenhuma herança se não completasse uma lista de sonhos feita quando tinha 14 anos. Sua mãe acreditava que a vida que Brett levava não era a que ela de fato sonhara para si, e com isso espera que a filha repense sua vida e a faça valer a pena.




O medo de mudanças nos faz estagnar.

No inicio me incomodou muito a cegueira de Brett em relação ao seu relacionamento com Andrew (seu namorado no início do livro)e tenho que dizer que estou com raiva dele ate agora!!!!!!!  Mas, gente, é lindo ver o amadurecimento de  Brett e o quanto sua mãe estava certa sobre sua vida, e alguns itens da lista simplesmente fluem  e não se tornam algo árduo de se conquistar, pois a visão dela em relação a tudo e todos vai mudando, e algumas respostas a perguntas sobre seu passado e sua relação com seu pai ,  aparecem e vão lapidando sua personalidade.

É emocionante as cartas que sua mãe deixa para Midar ler para ela, quando um item de sua lista é concluído. Ao escrever essas cartas, a autora mostrou grande sensibilidade  e foi muito bem colocado no livro, dando a ele um toque especial.

Como nem tudo é perfeito, o final do livro, a meu ver, foi bem simplório frente a grandiosidade do livro. Poderia ter sido melhor explorado e não ter resolvido as coisas tão rapidamente...Mas, queridos, recomendo MUITO, pois nos faz repensar sobre nossos sonhos, o que poderíamos fazer que deixou para trás por comodismo ou simplesmente porque para nós não é tão importante no momento e deixamos passar.

E vocês já leram? O que acharam? Não deixem de comentar ok? Beijo grande e ate a próxima!

Postado por Ana Carolina


17 comentários:

  1. Oie! Tudo bem?

    Não sabia sobre o que se tratava o livro realmente até ler sua resenha, mas se eu já estava louca para realizar a leitura dele pensa agora depois de ler sua opinião! Tenho certeza que irei amar essa leitura quando conseguir o livro!

    Bjss

    ResponderExcluir
  2. Olá ♥
    Sou louca para fazer a leitura desse livro, minhas amigas se emocionaram muito ao longo da leitura. Uma parte que me deixa curiosa é saber o que tem na lista e o por que que a mãe dela quer que ela faça todos os itens. Vi algumas pessoas também falando que o fim poderia ter sido melhor, mas as vezes temos que nos contentar com que nos foi apresentado. A premissa da estória é um tanto instigante e a capa é bem fofinha. Espero em breve poder fazer a leitura desse livro, beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    EU já li o livro e adorei essa história.
    Nossa, foi uma leitura bem emocionante e fofinha, onde não conseguia mais parar a leitura.
    Foi uma das minhas leituras favoritas, e sempre que posso eu indico. Gostei muito desse livro!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu já tinha ouvido falar dessa obra, mas nunca parei para olhar o que ela se tratava realmente. Adorei poder conferir a resenha, que pena que o final não te agradou tanto assim, mas acho que a leitura vale super a pena e vou deixar a sua dica anotada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oi Ana Carolina!

    Tudo bem? Já tinha visto outras resenhas sobre o livro e todas falavam muito bem sobre ele. Particularmente também teria raiva do namorado dela no início pelo que já li sobre ele e também me incomodaria o fato de ela não conseguir enxergar a verdade sobre o Andrew, mas a evolução da Brett me agradaria pois gosto muito de ver o crescimento das personagens conforme o enredo vai se desenvolvendo.

    É uma pena que o final não tenha sido decepcionante para você, algumas vezes as obras são tão maravilhosas e nos encantam tanto que um final comum é uma decepção muito maior do que se o livro fosse ruim.

    Beijinhos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  6. Oie, tudo bem?
    Como fui criada pela minha mãe e vó apenas, amo livros que exploram a relação entre mãe e filha, para mim é um dos amores mais fortes que existem. Infelizmente, desanimei da leitura pelo final que você citou! Masss pretendo dar uma chance quando tiver mais tempo e dinheirinho, rs.

    ResponderExcluir
  7. De tanto ler boas críticas boas sobre esse livro estou me convencendo a ler ele um dia. Não sei quando, mas depois vou pevar para ler. Já ouvi mesmo dizer que o final não é lá essas coisas, mas que o conjunto da obra vale a pena. Não conheço a autora, mas estou disposta a conhecer. Bexitus!

    ResponderExcluir
  8. Acho essa capa tão fofinha.
    Esse livro me chamou bastante atenção na época em que foi lançado, mas hoje em dia não tenho tanta vontade de lê-lo.
    Gosto de personagens que amadurecem ao longo da história, então isso seria um ponto positivo para mim. Que pena que o final deixou um pouquinho a desejar...

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Ainda não tive a oportunidade de ler, mas espero que tenha em breve. Essa imagem da capa me lembra muito as que estão presentes na capa de alguns livros da Jojo rsrsr
    A mãe de Bret é um belo exemplo de como os pais devem ser: incentivadores dos sonhos dos seus filhos! Achei isso muito bonito, uma mãe que tem a sensibilidade de perceber que sua filha não está feliz com aquela vida (as mães tem esses super poderes) e tentar ajudar de alguma forma. É muito legal que a obra mostre o amadurecimento da personagem, foi realmente uma pena o final não ter sido tão bom. Beijos do Wes ^^

    ResponderExcluir
  10. oi, eu gostei muito desse livro e fui lê-lo sem esperar gostar, mas amei. achei perfeito e confesso que o final foi bacana para mim, não achei ele simples demais. Que bom ver mais alguém encantada com essa obra linda.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Ainda não li esse livro, mas tenho ele na estante há um tempo. Acho que é uma obra que nos faz pensar muito em nossos antigos sonhos e como, mesmo achando que eles tinha mudado, eles nos definem. Gostei de saber da questão das cartas que a Brett recebe a cada desejo recebido e isso pareceu dar um ar mais especial ao lido. É uma pena, entretanto, que o final tenha parecido simplório pra você :(
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Ola! Eu não conhecia essa história, e eu amo livros que nos fazem refletir e ver o amadurecimento da personagem.
    Parabéns pela resenha

    Beijos
    Leitora Dramática
    http://blogleitoradramatica.blogspot.com.br/?m=0

    ResponderExcluir
  13. Oii Ana, tudo bem? Amei sua resenha e saber que apreciou tanto essa leitura! Também morria de vontade de ler o livro sempre que via resenhas positivas sobre ele na internet e pessoas o elogiando. Ainda não tive a oportunidade, mas espero que consiga em breve :) Espero gostar também!

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem?
    Quando vi o livro, pensei que fosse mais um da Jojo haha.
    Eu amo romance, e esse é muito a minha cara.
    Achei a premissa muito instigante, e deu para sentir o amadurecimento da protagonista pelas suas impressões.
    Só acho que o desfecho me incomodaria um pouco, ultimamente tenho lido ótimos livros que o desfecho não condiz com o rumo que a trama seguiu, e isso me incomoda muito, mas irei anotar a dica e espero realizar a leitura em breve.

    ResponderExcluir
  16. Ooo
    Sabe Aqla capa que teccativa e emociona sou eu com a deste livro.comprei pela capa e pela cor rsrs
    Amo a história mas o final me pareceu que faltou algo.e isto não foi muito legal
    O o início e o meio foram muito bem escritos é desenvolvidos .
    Tive as mesmas impressões que vc rsrs
    Espero ler algo novo da autora em breve

    ResponderExcluir